Palio Citymatic o popular que patinou nas vendas

O Milco desta semana é uma Bomba!… não é um Marea e sim o Palio Citymatic! (ou Palio Honda Biz!).

Lançado em 1999 0 Palio Citymatic foi o primeiro veículo 1.0 a ter cambio manual sem o pedal da embreagem, na época o modelo Citymatic custava cerca de 800 reais a mais comparado ao manual com embreagem. O atrativo não chamou a atenção do público, pois o veículo ainda precisava trocar as marchas, e consequentemente davam alguns trancos nas trocas e a embreagem gastava muito rápido, sendo assim modelo Citymatic acabou sendo descontinuado em 2000.
palio-citymatic-1
Ficha técnica

O 1.0 Fiasa M.P.I rendia 61 cv a 6.000RPM e 8.1 kgfm de torque a 3.000rpm. Para tirar a carroceria de 924 kg do lugar e chegar aos 100 km/h precisava de 16.4 segundos. A velocidade final era de 152 km/h e o consumo de gasolina em trechos urbano era de 12,4 km/l e 17 km/l rodando na estrada.

Comercial da época de lançamento do Palio Citymatic

Palio_Citymatic3

Entenda como funciona o sistema Citymatic:

O sistema é eletrônico e composto dos seguintes itens: uma central eletrônica (interface CAN) que monitora a embreagem constantemente, com informações vindas de diversos sensores do veículo; e o atuador com unidade eletrônica, responsável por acionar a embreagem após receber o comando da interface CAN. O atuador movimenta o colar hidráulico, acionando a embreagem com o mesmo fluido dos freios. O sistema de embreagem, em si, é o mesmo convencional da linha Palio.

Na prática o sistema tem características muito convenientes. O carro só é ligado com o câmbio em ponto-morto, evitando a partida com alguma marcha engatada. Para colocar o veículo em movimento, basta engatar a primeira e pisar no acelerador. O sistema controla a embreagem de acordo com a pressão no acelerador e permite, conforme as condições de peso e topografia, que o carro saia em segunda.

Se tentar sair em terceira, quarta ou quinta, o sistema permite a arrancada “queimando” embreagem, mas o condutor ouve um sinal sonoro avisando que o carro está em marcha inadequada — em momento nenhum o carro “morre”. Para trocar as marchas deve-se tirar o pé do acelerador e mover o câmbio como num sistema convencional. Para engatar a ré o carro deve estar parado e o freio acionado. Quando se pára em um farol, por exemplo, com uma marcha engatada, a embreagem é acionada automaticamente. Para maior segurança, ao estacionar em aclives e declives pode-se engatar uma marcha com o veículo desligado.

email
  • Caio Oliver

    TInha meus 14-15 anos e lembro que as vendas começaram bem pela inovação da coisa, mas tão “viral” quanto foi a inovação, foi o fracasso dela. Começaram a chover reclamações e usuários que desistiam do carro. Fiquei curioso pra saber se ele ainda existe no mercado de usados ou se já está no mercado de colecionadores.

    • Ingo Orthmann

      Tenho um com 140 mil (140.000)km, só agora preciso trocar a embreagem. Sempre funcionou muito bem.

      • Jaciara Gomes

        tenho um com 56mil km, isso mesmo! minha mãe só usava por perto. Agora não sei se fico com ele ou vendo. Tenho medo de dar problema e gastar uma nota pra arrumar por não ter mais as peças pra ele.

  • Luís Gustavo de Barros

    Era uma época muito legal, cheia de novidades: câmbio sem embreagem, cambio 6 marchas, motor 1.0 turbo… Só que tudo fracassou. Passamos então anos de marasmo com as montadoras se cagando de medo de lançar qualquer coisa nova.

    • Eduardo Collaço

      Na verdade esse carro tinha embreagem como os novos “automatizados”, agora os motores 1.0 Turbo e cambio 6 marchas estão de volta.

      • Luís Gustavo de Barros

        É verdade, você tem razão!

  • Jean Nascimento

    Tenho vontade de dirigir esse palio, pra sentir como é o funcionamento do sistema.

  • Leandro Magon

    Compra um automático da TOYOTA ou HONDA tem de usados a partir de uns 10 a 15 mil R$ em diante seja corolla (1º em maciez e economia se comparado ao seu rival civic) de qualquer ano , civic , Honda City / Etios Sedam, Camry/Accord, RAV4/CRV, SW4, honda fit e agora o Etios e sejam felizes.Chega de sermos enganados com projetos de quinta categoria para paises de 3º mundo.Estão tentando nos colocar goela abaixo os tal AUTOMATIZADOS (DUALOGIC e I-MOTIO) ambos da FIAT e VOLKS e dizem que são AUTOMÁTICOS da onde? Agora os cambios POWERSHIFT quebrando cedo e trocaram só seu nome para CAMBIO AUTOMÁTICO SEQEUNCIAL, automatizados FIAT e VOLKS frágeis e duram pouco, cambios automaticos antigos da RENAULT, CITROEN, PEGEOUT não precisa falar – Fiquem longe.

    Não é por anda que o valor de mercado do corolla é muito alto.Há de haver porquês não ??? Claro que sim.

    Está na dúvida veja nos links abaixo a opinião dos donos e escolha o carro que quer saber sobre:

    http://www.carrosnaweb.com.br/opiniao.asp

    veja tb o que profissional da área fala sobre cambios automatizados FIAT e VOLKS:

    https://www.youtube.com/watch?v=94YwU-2Lxto

    Veja tb quantas reclamações no site RECLAMEAQUI no link a seguir sobre cambio automatizado ou powershift…

    http://www.reclameaqui.com.br

  • Eduardo Collaço

    Um palio tentando ser Bis